quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

John MacArthur - Escolhidos


I. DEUS NOS ESCOLHEU (vv. 3-4)
"Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele."

A. A AFIRMAÇÃO DO APÓSTOLO
Paulo inicia esta passagem afirmando que Deus recebe todo o louvor na salvação. O verbo traduzido "escolheu" (no grego, eklegomai) foi empregado na forma reflexiva, significando "selecionar para si mesmo". Isso significa que a ação do verbo retorna à pessoa que a pratica. Paulo estava dizendo que Deus nos escolheu tendo em vista o seu próprio interesse - para Si mesmo, pessoalmente. A escolha divina foi realizada antes que o mundo existisse.

B. A CONFIRMAÇÃO DAS ESCRITURAS
A Bíblia afirma a verdade da escolha redentora feita por Deus.

1) Mateus 25.34 - Jesus disse: "Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo."

O Senhor planejou tanto o reino quanto os habitantes do reino, antes que o mundo começasse a existir. Você e eu somos salvos e conhecemos o Senhor Jesus por que Deus nos escolheu.

2) Lucas 12.32 - Jesus disse a seus discípulos: "Não temais, ó pequenino rebanho, porque vosso Pai se agradou em dar-vos o seu reino".

3) João 6.44 - Jesus proclamou para uma grande multidão: "Ninguém pode vir a mim, se o Pai, que me enviou, não o trouxer [compelir]".

4) João 15.16 - Jesus disse a seus discípulos: "Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto".

Nós não escolhemos a Jesus; Ele nos escolheu. Não decidimos por Cristo no mais verdadeiro sentido - Ele decidiu por nós.

5) Atos 9.15 - O Senhor disse a respeito do apóstolo Paulo: "Este é para mim um instrumento escolhido".

A conversão de Paulo aconteceu abruptamente - ele estava a caminho de Damasco para perseguir os crentes. Mas ele foi convertido, transformado e chamado para ser um apóstolo, porque Deus o escolhera antes da fundação do mundo.

6) Atos 13.48 - afirma sobre aquelas pessoas que ouviram a pregação de Paulo e Barnabé: "Creram todos os que haviam sido destinados para a vida eterna".

Deus outorga o dom da fé somente para aqueles que estão predestinados por meio da escolha dEle mesmo.

7) 2 Tessalonicenses 2.13 - "Devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação".

Paulo não deu graças porque os crentes de Tessalônica haviam decidido se tornar pessoas salvas. Eles não eram muitíssimo inteligentes, espertos, espirituais, perspicazes e, por isso, escolheram a Deus; pelo contrário, Deus os escolheu desde o princípio. A salvação exige que tenhamos fé, mas a fé é o resultado da escolha de Deus.

8) 2 Timóteo 1.8,9 - "Deus... nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos".

9) 1 Pedro 1.2 - afirma que os crentes são "eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo".

10) Apocalipse 13.8; 20.15 - infere que os nomes dos crentes foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro antes da fundação do mundo.

C. A CONFIRMAÇÃO DA TEOLOGIA
Somente Deus pode receber o crédito por nossa salvação. A doutrina da eleição é a mais humilhante de todas as doutrinas ensinadas nas Escrituras. Deus escolheu um povo para torná-lo santo, a fim de que estejam com Ele para sempre. A nossa fé vem de Deus. Um poeta anônimo apresentou esta verdade nas seguintes palavras do hino Vida Interior: "Eu procurava o Senhor e descobri que Ele, buscando-me, inclinou minha alma a procurá-Lo. Não fui eu quem Te encontrou, ó verdadeiro Salvador; não, eu fui encontrado por Ti".

Fonte: Trecho do artigo "Escolhidos desde a eternidade" publicado na revista Fé para hoje.