domingo, 27 de maio de 2012

Richard Baxter - O cuidado de si mesmo



...tem cuidado de ti mesmo. Assegura-te de que hás sido verdadeiramente convertido. Toma cuidado de não estares pregando acerca de Cristo a outros, enquanto que tu mesmo estejas sem Cristo. Foi prometida aos fiéis pregadores do Evangelho uma recompensa gloriosa, mas tu jamais desfrutarás desta recompensa, a menos que tu mesmo tenhas recebido primeiro o Evangelho. Há muitos pregadores que estão agora no Inferno, os quais advertiam, muitas vezes, os seus ouvintes da necessidade de escapar dele. Talvez esperes que Deus te salve a ti por teres oferecido o Evangelho a outros, enquanto que tu o rechaças? Deus nunca prometeu salvar os pregadores, sem importar quão dotados fossem, a menos que eles fossem convertidos.

Ser não convertido é terrível, mas ser um pregador não convertido é muito pior. Não terás medo de abrir a tua Bíblia e leres acerca da tua própria condenação? Quando pregas o Evangelho, não te dás conta que estás incrementando a tua própria culpa, ao rechaçares o Salvador que proclamas? Contudo, é comum que um pregador não convertido não se precate da sua própria condição. Diariamente tem contacto com as verdades preciosas e exteriormente vive uma vida santa. Ele denuncia o pecado nos outros e anima-os a viver uma vida santa. Quão trágico é morrer de fome tendo o pão da vida nas mãos e estar animando a outros para que comam dele. Se isto for verdade acerca de ti, então aconselho-te a que pregues para ti mesmo antes de continuares pregando aos outros. Ajudar-te-á no dia do juízo dizeres: “Senhor, Senhor, preguei em Teu nome”, somente para escutares as terríveis palavras “aparta-te de Mim, não te conheço”? Aconselho-te a que confesses os teus pecados diante da tua grei e lhes peças que orem pela conversão do seu ministro.

Fonte: Trecho de “O pastor aprovado” da PES