domingo, 28 de outubro de 2012

Jerry Bridges - Fé e Poder de Deus


A cura de um menino endemoniado (Mt 17:14-20), à primeira vista, parece ser apenas mais uma de uma série de curas registradas em Mateus. O que a faz ser um evento único é a ênfase no papel da fé. É verdade que a fé é importante nos milagres registrados no capítulo 9, mas no capítulo 17, é a falta de fé que é enfatizada por Jesus.


Que Deus não depende da fé humana para realizar a Sua obra resulta do relato de outros milagres registrados por Mateus. A transfiguração de Jesus imediatamente antes da cura do menino (Mt 17:14-20) é um excelente exemplo. Foi um milagre espetacular; ainda que sem a fé humana envolvida. Isto também é verdadeiro quanto à alimentação dos cinco mil (Mt 14:13-21) e de quatro mil (15:32-38). Então, a primeira coisa que necessitamos aprender sobre fé e poder de Deus é que Ele não depende da nossa fé para fazer a Sua obra. Deus não será refém da nossa falta de fé.

A segunda coisa que nós devemos aprender, contudo, é que Deus, frequentemente, requere nossa fé na realização de seus propósitos. Vemos isso na cura do menino endemoniado. Marcos, em seu relato, mostra isto muito bem na conversa de Jesus com o pai do menino. O pai, em grande sofrimento, disse a Jesus: “Mas, se podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos” (Mc 9.22). Ele já tinha experimentado o fracasso dos discípulos, então ele não tinha certeza se Jesus podia ajudar. A sua fé neste momento poderia ser descrita como uma esperança incerta que Jesus poderia fazer aquilo que os discípulos não puderam fazer.

Jesus respondeu ao pai: “Se podes? Tudo é possível àquele que crê” (v.23). A fé bíblica pode ser descrita de diversas maneiras dependendo da situação. A descrição da fé em Hebreus 11.1 como “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”, foi aproriada para os judeus destinatários desta carta que estavam enfrentando sérias oposições e precisavam  ser encorajados na certeza da esperança em Cristo.

Para o pai do menino, a fé significava acreditar que Jesus poderia curar seu filho. Nós somos frequentemente como este pai. Nós podemos enfrentar aquilo que parece ser uma situação difícil, e porque temos orado por muito tempo sem uma resposta começamos a duvidar que Deus pode responder a nossa oração. Mas, nós devemos crer que para Deus nada é impossível...

Fonte: Trecho do artigo “Faith and the Power of God” de Jerry Bridges