sexta-feira, 16 de novembro de 2012

João Calvino - Idolatria


... uma outra audácia: o homem tenta representar Deus externamente como o concebe em seu íntimo; portanto, a mente imagina o ídolo, e a mão o produz. Pois aí está a origem da idolatria. Que os homens não podem acreditar que deus está perto, a não ser por uma presença carnal, vê-se pelo exemplo do povo de Israel, o qual disse a Arão: "Levanta-te, faze-nos deuses que vão adiante de nós; pois, quanto a este Moisés, o homem que nos tirou do Egito, não sabemos o que lhe terá acontecido". Certamente eles tinham conhecimento de quem era Deus, cujo poder tinham provado em muitos milagres. Mas não o julgavam próximo, a não ser que vissem com os seus próprios olhos alguma aparência corporal, que lhes servisse de testemunho de que Deus ia adiante deles. Por isso, por meio de alguma imagem, eles queriam saber que Deus os conduzia em seu caminho.

Fonte: Institutas