segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Renato Vargens - O ano novo e os evangélicos supersticiosos



A virada do ano está se aproximando e com ela um monte de descabidas superstições. 

Pois é, lamentavelmente os evangélicos são tão supersticiosos quanto aos não cristãos, isto porque, influenciados por uma fé mística e sincrética, tem sido tomados pelas mais variadas crendices populares. Há pouco soube de um evangélico que  não admite entrar em 2013 sem que esteja vestido de branco, afinal de contas, branco é a cor da paz. Soube de outro que determinou que o ano novo não será bom, isto porque, termina em 13. Isso sem falar naqueles que comem lentilhas para prosperar.

Ora, o comportamento de alguns dos denominados evangélicos, cada vez mais se aproxima do comportamento daqueles que não confessam a Cristo como Senhor e Salvador. 

Prezado amigo, vamos combinar uma coisa? Isso não é cristianismo nem aqui nem na China. Ao ouvir as aberrações proferidas por esse povo chego a conclusão que suas mentes é de uma fertilidade fora do comum. Por favor alguém me diga de onde que esse pessoal tira tanta bobagem? Das Escrituras é que não são.

Veja bem, nós não somos regidos por superstições, não temos medo de gato preto, nem tampouco de passar embaixo da escada; nós não acreditamos em mal olhado;  olho gordo ou inveja santa. Nossa fé está em Cristo e é nele que confiamos e em virtude disso não necessitamos comer lentilhas, vestir branco, ou fazer promessas, até porque, absolutamente nada pode acontecer de mal na vida daquele que serve ao Senhor.

Isto posto, deixe a superstição, celebre a vida e um abençoado 2013.

Fonte: Renato Vargens