quarta-feira, 6 de março de 2013

Henrietta C. Mears - A edificação do Tabernáculo (parte 1)



Êxodo 25 a 40 oferece-nos um dos veios mais ricos nas minas inesgotáveis da inspiração. Temos de usar nossa imaginação e intelecto ao entrar nos recintos sagrados e contemplar os utensílios nele existentes. Deus disse a Moisés que desejava um santuário ou habitação sagrada que apontasse para Cristo e falasse da pessoa e da sua obra.

O átrio do tabernáculo

Aqui ficava o altar de bronze, no qual se sacrificavam as ofertas queimadas. Lembre-se, Cristo é nosso holocausto (Êxodo 27:1-8). A bacia estava lá para a purificação dos sacerdotes, antes que pudessem entrar no lugar santo a fim de prestar o seu serviço (Êxodo 30:18).

O Santo Lugar

Nele ficava o candelabro de ouro (Êxodo 25:31-40), tipificando Cristo, a luz do mundo; e a mesa dos pães da proposição (Êxodo 25:23-30), porque Cristo é o Pão da Vida; e o altar do incenso (Êxodo 31:1-10), simbolizando a intercessão de Cristo por nós.

Fonte: "Estudo Panorâmico da Bíblia" da Editora Vida