sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Vincent Cheung - "Carne e sangue", o que significa?

Blasfêmias e heresias não invadem simplesmente as mentes das pessoas – são as pessoas que abraçam e espalham as mesmas; do mesmo modo, pecados não ocorrem por si mesmos – as pessoas pecam, e elas pecam porque são más. Consequentemente, os inimigos de Deus não são simplesmente as crenças e ações antibíblicas, mas as pessoas que abraçam essas crenças e realizam essas ações, e Deus irá enviar tanto as crenças como as pessoas incrédulas para o inferno.
-----
Que não queremos lutar contra “carne e sangue” significa somente que nosso conflito não é físico, de modo que não empregamos estratégias e armas físicas, e não procuramos infligir injúrias físicas aos nossos oponentes. Antes, visto que a guerra é espiritual, nossas armas também são espirituais, e em vez de usarmos revólveres e bombas, oramos, pregamos e argumentamos.


Fonte: Trechos extraídos de “Apologética no diálogo” da Editora Monergismo