sábado, 21 de dezembro de 2013

Joel Beeke - O principal propósito do homem é glorificar a Deus


Em tudo o que o homem faz, por palavras e por ações, ele deve empenhar-se para dar glória ao seu Criador e Redentor. Calvino incorporou essa verdade em sua vida e escritos, bem como em sua morte. Quando sua vida se aproximava do fim, o seu corpo foi assolado por inúmeras enfermidades. O seu sofrimento se tornou tão severo, que seus mais queridos amigos rogavam-lhe que parasse de trabalhar. Calvino respondeu: “O quê? O meu Senhor me achará ocioso?” Quão característico isso era do homem que viria pelo lema “Eu te ofereço, Senhor, meu coração, pronta e sinceramente”.

De modo semelhante, os calvinistas dedicam suas vidas à glória de Deus. São homens e mulheres que estão convencidos de que o principal propósito de sua vida é glorificar a Deus. Como afirma tão magnificamente o Catecismo de Heidelberg, o único consolo deles na vida e na morte é que pertencem ao seu fiel Salvador, Jesus Cristo (Pergunta 1). Quando o calvinista se apega ao soli Deo gloria em sua peregrinação espiritual, ele confessa que tudo que Deus faz é bom. Baseado nas Escrituras e por amor a Cristo, ele confia que todas as coisas concorrem para a glória de Deus e para o bem dele (Rm 8.28).

Fonte: “Vivendo para a glória de Deus” da Editora Fiel