segunda-feira, 3 de março de 2014

Rousas Rushdoony - Pena de Morte

Porque os oficiais do Estado exercem o poder de Deus, ou seja, o Ministério da Justiça, tendo o poder e o direito de tirar a vida, eles são mencionados por Deus como "Elohim" no Salmo 82, ou seja, como deuses. Eles são como deuses na medida em que eles compartilham a autoridade de Deus sobre a vida humana: a eles é delegado o dever de matar homens quando esses homens violam as leis de Deus. Quando eles cumprem com essa obrigação de acordo com a Palavra de Deus, o seu julgamento é considerado como "juízos de Deus". De acordo com Deuteronômio 1:17, nas suas instruções aos oficiais civis e aos juízes “Não sereis parciais no juízo, ouvireis tanto o pequeno como o grande; não temereis a face de ninguém, porque o juízo é de Deus” se os juízes e os oficiais do governo civil falharem em manter as leis de Deus, se perverterem a justiça de Deus, então, de acordo com Salmo 82, embora a sua autoridade seja como a autoridade de um deus, "como homens, morrereis" (Sl 82:7). Deus trará julgamento e a pena de morte ao país que despreza a Sua lei.

Fonte: “Law & Liberty”. Chalcedon Foundation
Tradução: Eric N. de Souza