sábado, 7 de fevereiro de 2015

Alister McGrath - Creia nas promessas de Deus, não em sentimentos.


Pensar na Sexta-Feira da Paixão, portanto, nos deixa claro que experiências e sentimentos de insegurança podem servir de guias para a presença de Deus. As pessoas em torno da cruz não sentiram a presença de Deus, por isso concluíram que ele estava ausente daquela cena. A ressurreição derrubou esse entendimento: Deus estava presente de forma velada, o que foi equivocadamente entendido como ausência. Você acha que Deus não está presente em sua vida, ou em certas situações difíceis? Está perplexo com os acontecimentos ou desesperado com o desenrolar das coisas? Então pense na primeira Sexta-Feira da Paixão, quando Deus parecia ausente, mas na verdade estava trabalhando forma oculta e misteriosa para transformar as circunstâncias de uma forma totalmente inesperada.

—————————

A primeira Sexta-Feira Santa nos lembra de que devemos confiar nas promessas que Deus nos fez, em vez de nos apoiar em sentimentos e experiências. Nossos sentimentos são influenciados por uma enorme variedade de fatores: saúde, clima, saldo bancário, relacionamentos pessoais, trabalho e profissão, apenas para mencionar os mais comuns. Deus não deixa de existir apenas porque você teve um dia ruim no escritório ou uma discussão com um amigo. Confie nas promessas que ele fez - não nas emoções que você sente.

Fonte: trechos de “Creio" da Editora Vida Nova